“Foram 4 anos de trabalho, entre a primeira a arte e a terceira criada. Cerca de 1.000 fotos envolvidas. Mas finalmente chega a sua conclusão o PROJETO MARACANÃ. “Em 2009 o Flamengo estava em vias de ser campeão brasileiro, e um jogo importante se aproximava. Flamengo x Goiás, no Maracanã, cerca de 90.000 ingressos vendidos e a promessa da torcida do Fla de realizar o que viria a ser o “maior mosaico do mundo”, com a distribuição de milhares de folhas de papel vermelhas, pretas e brancas, que levantadas juntas pela torcida formariam a frase “A maior torcida do mundo faz a diferença”. “Tenho que Fotofragmentar isso” – pensei.

E lá fui eu com uma amiga para o Maracanã, realizar a mais difícil das minhas montagens até então, devido às circunstancias, a quantidade de gente, o calor insuportável dentro do Maracanã, a periculosidade de se levar uma câmera profissional na mochila para um jogo destes, você pode imaginar a cena. O jogo terminou 0×0, e mesmo assim consegui realizar esta montagem, que veio a ser uma das mais vendidas no nosso site.

maracana1-marcellocavalcanti


Dois anos depois, o Maracanã foi fechado para as obras de remodelagem, tornando-se menor e mais confortável, visando a Copa do Mundo de 2014. Em 2012, consegui uma permissão para fotografá-lo em obras, sem torcida, sem arquibancada, sem campo, sem futebol, mas cheio de concreto, trabalhadores na obra, caminhões, máquinas, gruas, etc. O cenário era impressionante e surreal para quem tantas vezes viu aquele estádio lotado e cheio de cores.

Uma tonalidade cinza concreto imperava contrastando com um límpido azul do céu. Foram mais de 700 fotos para garantir todos os detalhes daquele cenário e não precisar voltar para repetir a dose, pois dificilmente eu conseguiria uma nova autorização.

maracana2-marcellocavalcanti


Finalmente o Maracanã voltou a rugir na Copa das Confederações em 2013, e na sequência, mais um jogo importante do Flamengo se aproximava, por uma incrível coincidência, o mesmo Flamengo x Goiás, agora pelas semifinais da Copa do Brasil 2013. Novamente promessa de casa cheia – dessa vez com cerca de 60 mil pessoas, por conta do novo formato do estádio. Concluí que seria a oportunidade perfeita para terminar esta trilogia, e lá fui novamente, camera em punho, lente, mochila, enfrentar esta nova tourada.

Confesso que foi muito mais tranquilo, com o Maracanã menor foi menos estressante realizar estas fotos – cerca de 800 no total, das quais usei umas 400 para fazer a montagem, mais colorida e vibrante do que a de 2009, por conta da nova iluminação do estádio que aponta para o teto agora branco e de lona. No fim, a sensação de dever cumprido com estes registros históricos, e que venha a Copa do Mundo!”
Marcello Cavalcanti


maracana3-marcellocavalcanti